18 99698-0957

NO AR

Despertar na Onda

Com Cícero Afonso

Brasil

Taxa de ocupação de leitos de UTI volta a disparar e atinge 77%

Publicada em 11/02/21 às 10:13h - 125 visualizações

por ROGÉRIO MATIVE


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Foto: Lindsey Wasson/Reuters)
Apesar de contar com novas vagas, a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) voltou a subir e atingiu 77,4%, de acordo com boletim da Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) de Presidente Prudente. O órgão retomou, nesta quarta-feira (10), a divulgação dos dados completos sobre a pandemia, após recomendação do Ministério Público Estadual (MPE-SP).

Segundo o órgão, 77 moradores de Prudente estão hospitalizados, sendo 32 em UTIs. A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 77,4%, enquanto a taxa de leitos de enfermaria está em 62,7%, considerando toda a região do Departamento Regional de Saúde (DRS-11).

Novos casos

A cidade contabilizou mais 53 pessoas infectadas por covid-19. Desta forma, são 12.174 confirmações da doença desde o início da pandemia na capital do Oeste Paulista.

Os registros foram em 21 pessoas do sexo masculino e 32 pessoas do sexo feminino, sendo três entre 11 e 19 anos, oito entre 20 e 29 anos, 13 entre 30 e 39 anos, 11 estão entre 40 e 49 anos, quatro entre 50 e 59 anos, nove entre 60 e 69 e cinco pessoas têm entre 70 e 79 anos. 

Além disso, 160 exames seguem aguardando resultados por parte dos laboratórios, além de outros 1.601 exames que ainda não tiveram o encerramento de fichas no sistema, somando 1.761 casos pendentes.

Dados que não batem

Segundo a VEM, não houve óbitos confirmados ou suspeitos para covid-19 no boletim desta quarta. Até o momento, 238 pessoas morreram, conforme dados do órgão municipal. 

Contudo, o boletim estadual aponta uma nova morte, sendo cinco a mais em relação aos dados municipais, totalizando 243 óbitos em Prudente.

Retomou boletim detalhado

Após um dia de suspender dados sobre a pandemia, a Vigilância Epidemiológica retomou a divulgação completa do boletim. De acordo com a Prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde adotou, em caráter experimental, um novo formato de divulgação. 

Contudo, este modelo de boletim foi novamente revisto pela equipe técnica da pasta após o Ministério Público Estadual encaminhar, nesta quarta-feira, recomendação à Prefeitura de Presidente Prudente para que retomasse a divulgação detalhada sobre a pandemia. 

De acordo com o promotor de Justiça, Marcelo Creste, o enxugamento de dados pode levar a condutas sociais 'mais irresponsáveis' por parte da população, além de gerar possível improbidade administrativa por violação ao princípio da publicidade.

Pediu ampliação dos dados

Além de recomendar o retorno da divulgação dos dados como era feito anteriormente, o promotor Marcelo Creste indicou outros detalhes como casos notificados e suspeitos, além de óbitos investigados.

Segundo ele, a alteração realizada pela Secretaria Municipal de Saúde impedia o acompanhamento da real evolução da pandemia no município. "Data venia, esse novo modo de divulgar nos boletins epidemiológicos os dados municipais da covid 19 não atende aos princípios da publicidade e da transparência, pois não permite à sociedade civil o acompanhamento da real evolução da pandemia no território", disse, em ofício.

"O que, aliás, pode levar a condutas sociais mais irresponsáveis, na crença de que está tudo bem, quando não está. Aliás, a forma enxuta de divulgação não retrata a real evolução da pandemia no município", reforçou.

Para Creste, qualquer enxugamento dos dados em boletim epidemiológico dificulta a medição da velocidade da taxa de transmissão na cidade (Rt).

"Ressalto que questão semelhante, mas envolvendo o Governo Federal, chegou ao Colendo Supremo Tribunal Federal [ADPF 690, 691 e 692], que, ao apreciá-la, decidiu que o enxugamento na divulgação dos dados viola o princípio da publicidade", apontou.

Desta forma, recomendou a divulgação diária e com dados integrais e completos do boletim epidemiológico, inclusive com as informações sobre casos confirmados, óbitos, casos notificados, suspeitos, descartados, internados, óbitos investigados e curados.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 634105
Usuários Online: 25
Copyright (c) 2022 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (44) 98431-2714
Converse conosco pelo Whatsapp!