18 99698-0957

NO AR

Programação Especial de Santo Expedito

Com Padre Umberto

Brasil

Tribunal de Contas do Estado emite alerta sobre a gestão fiscal da Prefeitura de Presidente Prudente

Publicada em 14/10/20 as 10:14h por Por G1 Presidente Prudente - 10 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Foto: Aline Costa/G1)
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) emitiu neste mês de outubro de 2020 um alerta com apontamentos relacionados ao acompanhamento da gestão fiscal da Prefeitura de Presidente Prudente.

A fiscalização é realizada pelo TCE-SP com base na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e tem como referência o mês de agosto de 2020.

Na análise do resultado primário, o que envolve a relação entre a Lei Orçamentária Anual (LOA) e a meta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o alerta feito pelo TCE-SP indica que “verifica-se que o Resultado Primário Previsto na LOA atualizada é inferior ao consignado no Anexo de Metas da LDO, demonstrando, portanto, incompatibilidade com a meta estabelecida”.

Em relação às despesas com pessoal, o TCE-SP alerta a Prefeitura de que “o percentual apurado dos Gastos com Pessoal ultrapassou aquele previsto no art. 59, § 1º, inciso II da LRF”.

Neste caso, o alerta ocorre por determinação legal quando “o montante da despesa total com pessoal ultrapassou 90% (noventa por cento) do limite”.

O TCE-SP ainda alerta, na análise das despesas assumidas nos últimos quatro bimestres, “que, embora a situação da liquidez projetada para o exercício apresente superávit, a situação atual de liquidez revela-se desfavorável, ensejando acompanhamento para que a situação projetada se mantenha favorável”.

Neste caso, a análise refere-se ao artigo 42 da LRF, que proíbe o gestor de, nos últimos dois quadrimestres do seu mandato, contrair obrigação de despesa que não possa ser cumprida integralmente dentro dele, ou que tenha parcelas a serem pagas no exercício seguinte sem que haja suficiente disponibilidade de caixa para este efeito.

“Por oportuno, esclarecemos que, em virtude do apurado, deverão ser observadas as exigências contidas na legislação supra citada, a fim de evitar possíveis sanções de ordem administrativa e/ou penal”, salienta o TCE-SP no alerta feito à Prefeitura de Presidente Prudente.

Outro lado

O G1 solicitou nesta terça-feira (13) um posicionamento oficial da Prefeitura de Presidente Prudente sobre o assunto e a resposta encaminhada pelo Poder Executivo à reportagem foi a nota que segue abaixo na íntegra:

“Os alertas do Tribunal de Contas do Estado são ferramentas importantes para que o Município possa traçar estratégias para manter as contas públicas equilibradas. A exemplo de apontamentos anteriores, este também será analisado pela equipe da Secretaria Municipal de Finanças”.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 377350
Usuários Online: 39
Copyright (c) 2020 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (44) 98431-2714