18 99698-0957

NO AR

Oração da Manhã

Com Padres da diocese de Presidente Prudente

Brasil

Após incêndio, cooperativa que faz reciclagem de lixo recebe novo galpão, em Presidente Prudente

Publicada em 09/12/18 às 16:52h - 349 visualizações

por Onda Viva 95,7 FM


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Onda Viva 95,7 FM)
A Cooperativa de Trabalhadores de Produtos Recicláveis (Cooperlix) recebe nesta segunda-feira (10) o galpão que será usado para separação dos materiais coletados em Presidente Prudente que podem ser reciclados.

Um novo local foi viabilizado depois que um incêndio destruiu o barracão da cooperativa, no Distrito Industrial, em julho deste ano.

Segundo o município, o novo local é composto por um barracão com aproximadamente 2 mil metros quadrados, com duas esteiras de elevação e triagem de materiais – ambos os equipamentos são novos.

Além do barracão, o local também conta com uma área de apoio, onde os cooperados poderão preparar e realizar suas refeições e um escritório com uma sala de reuniões.

“Uma das novidades do novo barracão é que, agora, o descarte de materiais será realizado em área coberta e impermeabilizada, o que evitará a exposição dos materiais às alterações do tempo e contato direto com o solo, favorecendo o trabalho de separação e garantindo a qualidade do material para reciclagem, visto que o mesmo não será degradado pela chuva”, informou a Prefeitura de Presidente Prudente.

Custos
O investimento do novo local foi viabilizado com recursos da Secretaria Municipal de Obras.

De acordo com o governo de Presidente Prudente, foram gastos R$ 2,14 milhões.

A aquisição do mobiliário e a cessão de veículo e equipamentos estão sendo viabilizados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que investiu R$ 257,4 mil.

A capacitação e treinamento dos cooperados ficarão a cargo da Secretaria de Assistência Social, ao custo de R$ 39,6 mil.

O município citou, ainda, que uma semana após o incêndio, a prefeitura já havia providenciado um galpão provisório para que a coleta seletiva não sofresse “maiores prejuízos”.

Os trabalhos da coleta seletiva estavam sendo executados em um imóvel cedido.

A Prefeitura de Presidente Prudente informou que manteve inalterado o repasse de R$ 120 mil à instituição, “o que garante um salário de pouco mais de R$ 1 mil a cada um dos 90 cooperados”.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 634141
Usuários Online: 27
Copyright (c) 2022 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (44) 98431-2714
Converse conosco pelo Whatsapp!