(18) 996980957............(18) 3918-5300..........

NO AR

Programa Despertar na Onda

Com Compadre Giba

Brasil

Missas com a presença dos fiéis estão suspensas por tempo indeterminado em toda diocese

Publicada em 21/03/20 as 13:32h por - 5 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: )
Na manhã desta quinta-feira (19/03), Dom Benedito Gonçalves dos Santos, bispo diocesano, esteve reunido com o prefeito de Presidente Prudente (SP), Nelson Bugalho, líderes de igrejas, Vigilância Epidemiológica, agentes de saúde e Secretaria da Saúde, na qual decidiram pela suspensão da presença dos fiéis em celebrações religiosas.

A medida vem no intuito de prevenir os fiéis contra a propagação do coronavírus. Na cidade de Presidente Prudente (SP) já são 56 casos suspeitos. No Estado de São Paulo foram registradas quatro mortes, além de 240 infectados pelo vírus, até o momento da divulgação desde texto.

Na Diocese de Presidente Prudente, o bispo diocesano publicou um Decreto que valerá para as 55 paróquias por tempo indeterminado. Veja abaixo na íntegra o texto do documento divulgado na manhã desta quinta-feira (19/03) e que inclui outras orientações:

DECRETO SOBRE DETERMINAÇÕES DE PREVENÇÃO DA PANDEMIA CORONAVÍRUS (COVID-19)
Aos que este nosso Decreto virem, saudação, graça e paz no Senhor Jesus!

No momento em que o mundo se levanta vigilante e extremamente  preocupado;  ciente de que o Brasil já sofre graves conseqüências e busca intensificar mecanismos emergenciais de resposta à pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e que a OMS diz que o isolamento é o melhor modo de controlar o contágio.

Sabedor de que a missão da Igreja é evangelizar, à luz da Palavra de Deus, para que todos tenham vida saudável e em plenitude e quão o Papa Francisco tem rezado pelos doentes e agentes de saúde, mas também pelos pastores que devem acompanhar o povo de Deus nesta crise, para “que o Senhor lhes dê a força e também a capacidade de escolher os melhores meios para ajudar…”; ainda, a CF/2020, cujo lema é: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34), o qual se torna, agora também, um chamado diante desta pandemia do coronavirus. 

Num profundo senso de corresponsabilidade, entendemos que precisamos das iniciativas e forças somadas de todos, unindo-se ao que a sociedade está propondo através das Instituições Governamentais, Acadêmicas, autoridades Sanitárias e de Saúde, entre outras, num estado de diligência e cuidado pela vida e  o bem estar da população em geral.

Deste modo, como pastor zeloso “do rebanho de Deus que está sob o seu cuidado” (cf. 1Pd 5,2), nosso sentimento é, apesar de condoído, de grande esperança e por isso, fazemos este esforço. Fundamentando-se e seguindo as recomendações das autoridades sanitárias e de saúde, bem como as várias decisões municipais orientando a não aglomeração de pessoas, permanecendo firme o já determinado, DECRETAMOS, sustentando-nos no cân 87 § 1 do CDC, para todo território de nossa Diocese de Presidente Prudente:

I – QUANTO À CELEBRAÇÃO DA SANTA MISSA E DEMAIS SACRAMENTOS:
Ficam suspensas todas as Santas Missas e Celebrações da Palavra, semanais e dominicais, com participação pública de fiéis, a partir de 19 de março de 2020 até que novas medidas sejam adotadas pelas autoridades públicas. Entretanto, em todas as paróquias, celebrem os padres, diariamente, a Santa Missa, conforme o cân. 904 do CDC, de forma privada, em favor do Povo de Deus;
Onde for possível, transmitir, ao menos no domingo, uma Missa pelas mídias sociais ou meios de comunicação, como já é comum em algumas paróquias. A Rádio Onda Viva (95,7 FM) transmitirá missas diárias (de segunda-feira a sábado) às 8h00 e poderão ser acompanhadas pela Rádio Onda Viva (95,7 FM), através do site diocesano (www.diocesepresidenteprudente.com.br) e do site da Rádio Onda Viva (www.ondaviva.com.br);
Não sejam realizadas celebrações penitenciais comunitárias, porém mantenham-se as confissões individuais. Cada paróquia ofereça aos fiéis horários e meios adequados para as confissões individuais, sem aglomeração de pessoas; cuidando sempre da distância mínima entre confessor e penitente; de preferência aconteça em espaço aberto;
Sejam celebrados somente Batizados em caso de emergência (cf. cc. 865 § 2 e 867 § 2 do CDC) e aqueles já agendados, após refletir sobre a conveniência;
Sobre Matrimônios já agendados, trate-se com os noivos a respeito da conveniência de sua celebração pública. Respeitem-se as regras estabelecidas e determinadas pelas autoridades sanitárias (normas de higiene e distância). Recordamos que, para validade matrimonial, basta o assistente qualificado, noivo e noiva e duas testemunhas;
As celebrações de Crisma estão suspensas. No devido tempo serão remarcadas.
As celebrações de primeira Eucaristia estão suspensas. Novas datas serão marcadas pelos párocos após o retorno da normalidade de todas as atividades paroquiais.
II- SOBRE AS EXÉQUIAS:
Não devem ser presididas por Ministros (padres ou leigos) que se encontram no grupo de risco;
Nas Celebrações de Exéquias, com profundo sentimento de compaixão e solidariedade, em número reduzido de pessoas, observando as normas sanitárias e orientações dos serviços funerários, realize-se de modo breve. No caso de falecimento em decorrência do coronavírus, acate-se as orientações da Vigilância Sanitária.
III- SOBRE AS CELEBRAÇÕES DA SEMANA SANTA:

Todas as cerimônias e celebrações da Semana Santa estão suspensas; os fiéis são admoestados a acompanharem pelos meios de comunicação social (redes de rádios e TVs católicas e internet).
Todas as celebrações da Semana Santa (Missa de Ramos, Missa Crismal e da Unidade, Missa da Ceia do Senhor, Celebração da Paixão do Senhor, Vigília Pascal e Missa de Páscoa) presididas de modo privativo pelo Sr. Bispo Diocesano serão transmitidas e poderão ser acompanhadas pela Rádio Onda Viva (95,7 FM), através do site diocesano (www.diocesepresidenteprudente.com.br) e do site da Rádio Onda Viva (www.ondaviva.com.br). Os horários serão previamente publicados;
Também ficam suspensas celebrações de piedade popular como as Procissões, Vias-sacras e Encenações da Paixão de Cristo.
III- EXORTAÇÕES:
As igrejas permaneçam abertas para oração particular dos fiéis, higienizadas e bem arejadas;
A água benta deve ser retirada da entrada das igrejas;
Orientamos aos padres que sejam cautelosos no atendimento dos fiéis, e não descartem as medidas preventivas determinadas pelas autoridades sanitárias. Os padres devem permanecer nas suas respectivas paróquias para possíveis necessidades dos fiéis. É importante que os fiéis sintam a presença do seu pastor em horas difíceis.
Com relação à saúde do nosso clero, dos atendentes paroquiais e dos funcionários da Cúria Diocesana, havendo alguma indisposição (sintomas), permaneçam em casa, comunicando o respectivo responsável;
Admoestamos aos fiéis cristãos católicos, diante da impossibilidade da participação presencial, neste tempo de exceção, à Santa Missa seja acessada e acompanhada por meio das redes de rádios e TVs e da internet, realize a comunhão espiritual,  cumprindo, assim, o preceito dominical;
Os fiéis que desejarem apresentar intenções particulares, como, por exemplo, missa de 7º dia, comunique previamente a secretaria paroquial (via telefone ou outro meio de comunicação);
Recomendamos aos nossos fiéis que rezem em família na própria casa. “Prepare seu coração um tempo antes de se conectar à celebração da Santa Missa transmitida pela televisão, rádio ou internet. Seria bom que lesse com antecipação as leituras da Palavra de Deus que serão proclamadas. Valorize o imenso dom que é o Sacramento da Eucaristia, dando graças ao Senhor porque permite a sua união espiritual. Chegado o momento da Comunhão, coloque-se de joelhos e faça uma comunhão espiritual, avivando o desejo imenso de receber Jesus Cristo em sua alma. Recite alguma das orações que a piedade cristã elaborou com fervor para este momento. Contemple com os olhos do seu coração a Jesus que nos ama. Apresente para Ele neste momento todas as suas intenções e necessidades. Agradeça-lhe por tanta misericórdia. Diga com carinho como você gostaria de recebê-lo na Eucaristia. Ao concluir a Missa, agradeça ao Senhor que, através dos meios de comunicação, tenha conseguido participar no Santo Sacrifício do Altar”;
Estejam atentos às necessidades de vizinhos e familiares em quarentena domiciliar. Rezem pelas autoridades, profissionais da saúde, vítimas e todos os que mantêm o funcionamento da sociedade para superarmos a crise que atinge a todos indistintamente.
Como o apóstolo Paulo, que convidou os primeiros discípulos ao culto espiritual (cf. Rm 12,1), também convidamos a todos que o façam em seus lares, para que o Espírito do Ressuscitado possa ser mais forte do que o medo e a morte.

Pedimos ao esplendoroso mártir São Sebastião, nosso padroeiro, protetor contra as pestes, proteger e defender-nos. Confiamo-nos na intercessão do glorioso São José, guardião da Igreja e das famílias, para que continue a iluminar as nossas ações, ajudando-nos a cuidar da vida com amor e responsabilidade  e invocamos a proteção da Virgem Maria, a Mãe da Serenidade, implorando humildemente a Deus que nos conceda a graça da esperança, fortaleza e solidariedade. 

Agradecemos a atenção, compreensão e os esforços de todos. Cumpramos as determinações das autoridades sanitárias e continuemos a rezar pela superação desta pandemia e, de modo especial, pelas vítimas e por aqueles que estão a serviço dos doentes.

Este Decreto deve ser publicado em todos os meios de comunicação da Diocese de Presidente Prudente e transcrito nos livros de Atos da Cúria. Dado e passado, em nossa Cúria Diocesana, sob o nosso Sinal e Selo de nossas Armas, aos 19 de Março de 2020, Solenidade de São José, esposo de Maria.

Assinado por Dom Benedito Gonçalves dos Santos, bispo diocesano, e o padre Carlos Eduardo Biral, chanceler do bispado.

Visualize o arquivo original em PDF clicando aqui.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


 
Enquete
O Brasil deve ou não apoiar o Presidente dos Estados Unidos na guerra contra o Irã?

 Sim, deveria
 Não deveria







.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 200627
Usuários Online: 39
Copyright (c) 2020 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (18) 98193-5458