*( 1 8 ) 9 9 6 9 8 - 0 9 5 7 * * ( 1 8 ) 3 9 1 8 - 5 3 0 0 *

NO AR

Onda Viva 95,7 FM

www.ondaviva.com.br

Brasil

Sem base na Câmara, Bugalho apela para vídeo por venda de escola

Publicada em 10/02/20 as 21:11h por - 33 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: )
Com sua base na Câmara Municipal encolhida e, agora, sem seu principal articulador político, o prefeito Nelson Bugalho (PSDB) resolveu apelar para a divulgação de um vídeo visando sensibilizar vereadores em busca de apoio para a venda do prédio da Escola Edson Lopes, na Vila Formosa, avaliado em R$ 4,7 milhões. Segundo ele, o valor será para pagar dívidas da Prefeitura.

O projeto de lei que pede a autorização dos parlamentares para a venda da escola foi reapresentado pelo vice-prefeito Douglas Kato (PTB), quando substituiu Bugalho no Executivo durante suas férias. A mesma proposta foi rejeitada no ano passado por 8 a 5.

Na ocasião, votaram a favor da venda a vereadora e professora Alba Lucena, Elza do Gás e José Tabosa, todos do PTB, além de Wellington Bozo (PSDB) e Geraldo de Souza (PSD).

Desta vez, a base governista deve encolher, sem apoio do PTB após o deputado Campos Machado puxar as rédeas do partido em Prudente e prometer intervenção. O cenário piora com a saída do jornalista Marcos Tadeu Cavalcante, que pediu demissão da chefia de Gabinete. Ele era o principal responsável em articular as votações dos projetos no Legislativo.

"Estão com demagogia"

Após uma voz caricata perguntar se Bugalho fechará uma escola, o prefeito responde que o prédio que abrigava a unidade infantil "é sujo", "insalubre" e "um verdadeiro labirinto".

"Nós tínhamos 50 alunos aqui e agora não temos nenhum e nem teremos aluno aqui porque este local no passado pode ter sido bom, mas agora ele é absolutamente imprestável para ser uma escola", diz no vídeo divulgado em seu perfil nas redes sociais e replicado por comissionados e parte do secretariado.

"Chega de demagogia. Esse prédio não serve para ser escola. Esse prédio... quem disse que aqui tem que ser escola está sendo demagogo. Porque esse prédio não serve para isso", cita, ao caminhar pela escola e mostrar buracos, fiação exposta, entre outros possíveis problemas que justificariam a venda. Contudo, Bugalho não explica os motivos para a falta de manutenção do prédio nos últimos três anos.

Segundo ele, o dinheiro arrecadado com a venda do prédio será destinado para pagar dívidas. "Com o dinheiro dessa venda aqui, se autorizado pela Câmara Municipal, nós vamos pagar dívidas do passado. Dívidas que deixaram para essa administração pagar. Especialmente dívida com a previdência dos nossos servidores municipais".

Provocou reações

A publicação do vídeo provocou dezenas de reações, na maior parte, negativas. Porém, também teve quem defendesse a venda do prédio. "Dessa vez concordo com o prefeito, não tem condições nenhuma colocar crianças aí", comentou o internauta Misael Oliveira.

Já Jéssica Araújo sugestionou reformar o local e abrir mais vagas para estudantes. "Tá vendendo escola e quando a gente vai nas creches não tem vaga pra por os nossos filhos. Aí fica difícil né", disse.

"Porquê não derruba e constroem uma creche neste local? Tem um monte de mãe precisando trabalhar e não encontra vaga nas creche pra deixar seus filhos. Você [prefeito] fala de boca cheia 'nossas crianças', mas a realidade das nossas crianças é outra. Eu tenho certeza que se tivesse neste empenho que tá agora desde o começo talvez essa escola nem estaria nessas condições", questionou Nice Guthierri.

Elizangela Servino Sá é contra a venda da escola. "O prédio não serve para ser uma escola, porém o terreno serve. Não concordo em vender escola. Lugar de criança é na escola. Onde estão as creches que funcionariam até 19h? Promessa de campanha!", falou.

Já Alexandre Lima concorda que o prédio não atende às necessidades dos alunos. Porém, questiona o pagamento de aluguel para abrigar órgãos municipais diante de prédios públicos fechados. "Tá certo senhor prefeito! Não tem condições mesmo! Agora, vem a perguntar, por que a prefeitura paga aluguel de imóvel? Por que não reforma esse lugar e diminuir o gasto com aluguel".

Na postagem oficial, houve a escalação de comissionados do governo para rebater as críticas de internautas.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 241486
Usuários Online: 33
Copyright (c) 2020 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (44) 98431-2714