*( 1 8 ) 9 9 6 9 8 - 0 9 5 7 * * ( 1 8 ) 3 9 1 8 - 5 3 0 0 *

NO AR

Onda Viva 95,7 FM

www.ondaviva.com.br

Brasil

Recadastramento do passe escolar segue no Terminal Urbano

Publicada em 03/02/20 as 17:40h por - 25 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: )
Após a Secretaria Municipal de Educação (Seduc) encerrar os trabalhos na Fundação Educacional Vicente Furlanetto (Inova Prudente), o atendimento para cadastramento e recadastramento do passe social para uso gratuito no transporte coletivo seguirá no Terminal Urbano ‘Martinho Krasucki’. Agora, sob responsabilidade da concessionária Prudente Urbano.

A exceção é para os estudantes da zona rural e as pessoas com deficiência, o atendimento segue até as 17h desta sexta-feira (31), na Seduc. A secretária está localizada na Rua Dr. Cyro Bueno, 86, Jardim Morumbi.

Atendimento no terminal

A partir de segunda-feira (3), o atendimento para os demais estudantes que perderam o prazo será feito no posto de atendimento da empresa Prudente Urbano.

No local, que fica na Avenida Brasil, 936, o funcionamento será das 8h às 17h.

Para atendimento no terminal, a relação de documentos será a mesma. Para o cadastramento são: atestado de matrícula; certidão de nascimento, RG ou RG Escolar; comprovante de endereço recente, sendo contas de água, energia ou telefone fixo de no máximo três meses; e atestado da escola mais próxima da residência declarando inexistência de vagas.

Já aos alunos para recadastramento, os documentos são: atestado de matrícula; cartão do passe social de 2019; e comprovante de endereço recente de no máximo três meses.

Além desses documentos, os estudantes da zona rural e as pessoas com deficiência deverão apresentar uma foto 3x4. No caso das pessoas com deficiência, será necessária ainda cópia do laudo médico atestando a deficiência.

Balanço parcial

Segundo balanço da Seduc, foram distribuídas 5.548 senhas durante os oito dias de atendimento na Fundação Inova Prudente.

“Embora a estimativa inicial fosse de 8 mil atendimentos, baseado no número do ano passado, a tendência é que ano a ano o número reduza, o que é positivo, pois essa redução se dá em razão da ferramenta de georreferenciamento, que possibilita que a criança estude cada vez mais próxima de sua residência”, explica Sônia Pelegrini, secretária municipal de Educação.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 241465
Usuários Online: 49
Copyright (c) 2020 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (44) 98431-2714