*( 1 8 ) 9 9 6 9 8 - 0 9 5 7 * * ( 1 8 ) 3 9 1 8 - 5 3 0 0 *

NO AR

Programa Despertar na Onda

Com Compadre Giba

Brasil

Boxistas do Camelódromo se instalarão em contêineres no Terminal Urbano

Publicada em 09/01/20 as 22:19h por - 21 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: )
A maioria dos boxistas do Camelódromo que optaram por trabalhar no Terminal Urbano, no Centro de Presidente Prudente (SP), se instalará no local em contêineres durante as obras de reforma da Praça da Bandeira.

O assunto foi discutido na noite desta quarta-feira (8) em uma reunião entre os comerciantes e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Presidente Prudente (Sedepp), na Fundação Inova Prudente.

Dos 129 boxistas que optaram em ir para o Terminal Urbano, 89 já aderiram ao aluguel do contêiner.

A estrutura possuirá 1,5 metro de largura, 2,5 metros de profundidade e 2 metros de altura, e contará com uma porta do tipo basculante.

O aluguel de cada contêiner custará R$ 240 mensais aos boxistas.

Segundo a Sedepp, 105 comerciantes participaram da reunião desta quarta-feira (8).

“Um dos nossos membros da associação buscou uma empresa e viu um preço e condições viáveis e a ideia foi bem recebida tanto pela secretaria quanto por nós, boxistas”, informou o presidente ao G1.

A empresa responsável pela preparação dos contêineres informou ao boxistas que a previsão é de entregar 20 estruturas por semana.

Baranek ainda falou ao G1 sobre a expectativa da reforma do Camelódromo.

“A nossa expectativa é grande e torcemos para que isso aconteça o mais rápido possível e que consigamos voltar aos nossos locais”, afirmou o presidente da associação dos boxistas.

Liberação para uso
O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Carlos Alberto da Silva Corrêa, informou que os boxistas poderão começar a trabalhar no Terminal Urbano a partir de segunda-feira (13). Duas ruas do terminal serão interditadas nesta sexta-feira (10).

“Neste final de semana, nós estaremos demarcando 150 espaços e, a partir de segunda-feira [13], aquele boxista que quiser trabalhar, que quiser colocar uma barraca, ou aquilo que ele entender melhor vai lá no espaço, é aleatório, cada um pega o espaço que quiser, mas na medida de um e meio por dois e meio. Agora, quando forem colocando os contêineres, provavelmente ele terá que sair daquele espaço. Mas, mesmo sem o contêiner, ele vai poder trabalhar em outro espaço sem problema nenhum”, explicou o titular da Sedepp.

Segundo Corrêa, os comerciantes que resolveram ir para o Terminal Urbano, mas não optarem pelo aluguel do contêiner, terão seu espaço garantido no local, mas deverão montar e desmontar sua própria estrutura diariamente.

Durante a reunião, alguns boxistas levantaram a ideia de se realizar um sorteio para a distribuição dos espaços no local, porém, após uma votação, a maioria dos comerciantes decidiu que isso não seria necessário.

“Ninguém vai ficar sem trabalhar”, garantiu o secretário.

Ainda conforme o titular da Sedepp, a Prefeitura analisará as adequações de água e energia elétrica a serem feitas no terminal.

"A questão da infraestrutura, primeiro, eles têm que estar lá para ver o que vai acontecer. Hoje nós já temos uma demanda lá de energia elétrica em função dos passageiros que ali pegam ônibus. Agora, tudo que for além disso, a Prefeitura estará pronta a fazer as adequações que forem necessárias", explicou Corrêa.

O secretario disse ainda que o espaço onde os boxistas ficarão será cercado. "Já existe um cercamento, que é a grade das plataformas. Nós vamos cercar com gradil para que haja uma segurança maior. Não tem nenhum cercamento específico, até porque é provisório", concluiu.

Áreas disponíveis
Conforme divulgado pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Carlos Alberto da Silva Corrêa, 129 boxistas que estavam no Camelódromo optaram pelo Terminal Urbano, no Centro, para darem continuidade a seus trabalhos.

De acordo com Corrêa, 51 comerciantes irão ocupar espaços no Shopping Villa Romana, também no Centro da cidade, enquanto 41 decidiram trabalhar em suas residências, quatro boxistas vão para o estacionamento do Terminal Rodoviário, na Vila Nova, um deles optou em trabalhar na feira-livre e dois vão para o estacionamento do Estádio Municipal Caetano Peretti, na Vila Formosa.

O secretário ainda falou ao G1 que três boxistas desistiram da mudança, abrindo mão também de retornarem à Praça da Bandeira após a reforma.

A reforma do Camelódromo está orçada em R$ 2,9 milhões e os serviços ficam a cargo da empresa Spalla Engenharia Eireli, de São Paulo (SP), vencedora da licitação, com previsão de término em oito meses.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 241531
Usuários Online: 60
Copyright (c) 2020 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (44) 98431-2714