(18) 996980957............(18) 3918-5300..........

NO AR

Música Religiosa

Com Música Religiosa

Brasil

Projeto para anistia de multa e juros é aposta para fechar ano no 'azul'

Publicada em 29/09/19 as 19:53h por - 11 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: )
Pagamento de fornecedores e servidores em dia. O feito é realçado pelo secretário municipal de Finanças de Presidente Prudente, José Nivaldo Luchetti, diante da situação oposta enfrentada por centenas de municípios do país, que segue anestesiado pela crise econômica que perdura. Porém, para fechar o ano "no azul", a Prefeitura estuda perdoar valores relacionados a multa e juros de dívidas de contribuintes e, assim, aumentar a arrecadação.

Apesar do cenário preocupante e de futuro incerto, Luchetti acredita que o planejamento segue "dentro do previsto". "Nós estamos trabalhando para tentar fechar o ano da melhor maneira possível. A Prefeitura vem apresentando um déficit estrutural em torno de R$ 40 milhões desde 2015. Estamos envidando todos os esforços de aumento de arrecadação e contenção de despesas para fechar o ano. Até o momento, estamos conseguindo manter o pagamento de servidores e fornecedores em dia", fala, em entrevista ao Portal.

"Para o final do ano, vai depender do comportamento da receita e da despesa. A despesa está mais ou menos previsível. Vamos procurar de todas as formas garantir, em primeiro, a folha de pagamento dos funcionários e fornecedores", crava.

De acordo com ele, o déficit foi cortado praticamente pela metade e gastos com pessoal - motivo de seguidos alertas do Tribunal de Contas nos últimos anos - também apresentaram queda, de 53,28%, para uma margem mais segura: 50,67%.

"Procuramos equacionar esse valor com aumento de receita e redução de despesas. Mas, a não entrada de recursos por meio de impostos atrasados e baixo crescimento das transferências, principalmente a estadual, tudo isso está dificultando cobrir o déficit de R$ 40 milhões. Acredito que uns R$ 20 milhões já revertemos", pontua.

Em relação ao gasto com pessoal - pagamento de folha salarial -, a redução ocorre devido ao represamento da quitação de venda de férias e licença-prêmio de servidores, que atualmente gira em torno de R$ 10 milhões.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


 
Enquete
Na Sua opinião, o Brasil deveria ou não aceitar dinheiro de outros países para combater o desmatamento na Amazônia?

 Sim, deveria
 Não deveria
 Não sabe







.

LIGUE E PARTICIPE

(18) 99698-0957 ou (18) 3918-5300

Visitas: 120207
Usuários Online: 19
Copyright (c) 2019 - Onda Viva 95,7 FM - Desenvolvido: André Fogaroli - (18) 98193-5458